太極拳


Tai Chi Chuan



Tai Chi Chuan é uma arte marcial chinesa interna (nei jia), de orientação taoista, que combina exercícios corporais milenares conhecidos como chi kung e tao yin, que envolvem a respiração, a concentração e os preceitos da Medicina Tradicional Chinesa.

O termo Tai Chi Chuan pode ser traduzido como "técnica de combate à mão da suprema cumeeira" ou "boxe da suprema cumeeira". Tai significa “o maior”, “o mais alto”, “supremo”, “absoluto”; Chi significa, literalmente, a parte mais alta do telhado - “cumeeira” e Chuan significa Punho, simbolizando “soco”, “luta à mãos livres” (desarmadas), “boxe”. Existem muitas formas de tai chi, com as mãos livres ou com armas, como espada, leque ou sabre. O estilo mais antigo é o Estilo Chen e entre os mais populares estão os estilos Yang e Pai Lin.

Os movimentos do Tai Chi Chuan são suaves, cíclicos, fluídos e requerem plena atenção mental, devendo ser comandados pelo centro do corpo (região do alto das coxas até a altura do umbigo). As sequências de movimentos no Tai Chi Chuan são denominadas "formas". No Estilo Chen, as formas antigas são compostas por 75 ou 83 movimentos, embora haja também formas curtas de 19 e 38 movimentos. No Estilo Chen de Tai Chi Chuan, os movimentos podem ser maioritariamente lentos ou rápidos e explosivos, quando pratica-se o fajin.

O Tai Chi Chuan foi criado sob influências das práticas Taoístas de circulação de energia, que visavam aumentar a vitalidade e melhorar a circulação da energia, fundamentado sobre a observância das leis naturais do Yin e Yang. Contudo, o Tai Chi Chuan nasceu como uma arte marcial refinada que seria ensinada dentro da própria família do seu fundador. De fato, o Tai Chi Chuan é a única arte marcial que foi criada para preservar a saúde do praticante.

Na vida comum, tendo em vista os conflitos diários do ser humano, o tai chi (energia suprema – fusão do yin e yang) chuan (agilidade, flexibilidade e punho) ensina e ajuda o ser humano a resolver os problemas sem muito desgaste. Muitas das pessoas que buscam essa atividade são profissionais liberais com elevado nível de estresse. Os movimentos das formas tradicionais que ocultam os processos de defesa pessoal são cadenciados e precisos, circulares e relaxados. A realização desses movimentos de forma circular, contínua e lenta, colabora para o equilíbrio e a revitalização das funções dos órgãos, além de estimular a concentração, consciência corporal e acalmar a mente. A sistemática dos movimentos, realizados de maneira lenta e de forma delimitada dentro de uma sequência preestabelecida, exige que o praticante esteja atento aos detalhes e controle os movimentos de seu corpo. Apesar de a forma tradicional ter 103 movimentos, a base fundamental da técnica descansa em princípios muito estritos. Isso exige atenção contínua e percepção do corpo em profundidade.


 

Podemos enumerar seus benefícios:

 

  • Diminui problemas articulares;;
  • Regula as funções cardiovascular, respiratória, digestiva e hormonal;
  • Aumenta a flexibilidade e força muscular;
  • Desenvolve a coordenação motora;
  • Melhora o equilíbrio;
  • Alivia o estresse;
  • Auxilia na diminuição da ansiedade;
  • Estimula a circulação sanguínea;
  • Colabora no tratamento da osteoporose;
  • É utilizado no tratamento da depressão.