Wing Chun

Escrito por Julio Cesar Maia

O ”Wing Chun” é um eficiente sistema de defesa pessoal criado a cerca de 300 anos por uma monja chinesa chamada Ng Mui.

A superioridade das técnicas do Wing Chun, está na ”não” utilização da força muscular, e sim, da energia estrutural; da explosão dos movimentos; e do impacto da força muscular do oponente contra a estrutura óssea
Falando assim, parece-se um tanto abstrato quanto técnico demais, porém, a realidade única do Wing Chun é que ele foi desenvolvido por uma mulher, e por mais treinada que seja, uma mulher jamais terá tanta força quanto um homem, o que a levou a desenvolver um método no qual pudesse compensar sua fragilidade em relação ao sexo oposto, com técnicas onde viesse a utilizar a única coisa forte que possuía… sua estrutura óssea.

Para que você tenha uma idéia melhor de como funcionam as técnicas no Wing Chun, imagine uma caneta: ela aparentemente é frágil, podendo-se quebrar com facilidade ao força-lá ao meio, entretanto, se você estocar sua ponta contra alguém, ela torna-se uma arma penetrante.

Assim também é o nosso corpo. Alguns membros podem até parecer fracos, mas, se utilizados de maneira correta, tornam-se armas poderosas. 
Essa mesma técnica, hoje também é utilizada por homens para compensar a inferioridade frente a um oponente mais forte, onde a vida esta em perigo.
O que faz do Wing Chun um estilo tão interessante, é que ele não necessita de força muscular mas, de uma sucessão lógica de movimentos econômicos. Certamente, velocidade é extremamente importante na luta porém, não importa quão árduo seja o treinamento ou quanto tempo se pratica para melhorar, sempre haverá limitações físicas, além da hipótese de encontrar alguém mais rápido que você (Duncan Leung).

Algumas pessoas simplesmente nascem com mais talento do que outras. Wing Chun permite para as menos privilegiadas, a possibilidade de superar em velocidade a superioridade inerente de um oponente, aplicando os princípios da arte.

Em Wing Chun, há vários tipos de velocidade. Se você não puder superar seu oponente com um tipo de velocidade, você pode o bater com outro. Em outras palavras, se você puder aplicar a teoria da velocidade do Wing Chun, com certeza ficará mais rápido. Nesta colocação, há quatro áreas a se considerar: 

As Técnicas

Wing Chun só tem três exercícios de formas. Depois de aprender e entender a primeira forma, a pessoa treina ‘Chi Sau’ que requer duas pessoas que desenvolverão o sentimento de contato e reflexo. Então há o ‘treino das técnicas’, que também requer duas pessoas. Quando você trabalha com o treino das técnicas, dia a dia, mês a mês, elas se tornam hábito, algo natural. Quando um ataque vem em sua direção, você reagirá sem pensar. Na hora da luta, tudo acontece muito rápido, e você pode estar transtornado, bravo, desprevenido ou até mesmo assustado. Não há tempo para pensar. Assim são as teorias e técnicas do Wing Chun.

A menor distância entre dois pontos é uma linha reta

Um dos mais famosos e praticados estilos de Kung Fu em todo mundo , Wing Chun enfatiza eficiência em combate, confiança, ritmo, interceptação, captura da linha central, abalando o oponente, ajustando ângulos para golpes consecutivos e travamento. Mas a mais importante arma do estilo é o espírito.

Nossas Matérias

Tao Luos

Kung Fu além do combate

Kung Fu além do combate

O Kung Fu não é somente uma técnica de defesa pessoal. Sua riqueza histórica foi criando e desenvolvendo lições que são exploradas na sua prática ao longo dos tempos. Os benefícios são uma combinação de melhora física e mental.Em suma, pode-se dizer que o Kung Fu é ótimo para o bem do corpo e equilíbrio da mente, já que em paralelo às práticas das técnicas, o aluno é incentivado a conhecer a cultura filosófica que suporta esta arte marcial milenar e percussora das demais.

A prática associada a uma alimentação saudável e balanceada também potencializa o processo de emagrecimento, caso esse seja um dos objetivos. Mesmo no caso contrário, para quem precisa ganhar massa muscular, a atividade também é indicada. Ou seja, para perder, ganhar e até mesmo regular o peso, conte com o Kung Fu.

Por envolver socos, chutes, saltos e ampla repetição de exercícios que estimulam a força do praticante, a imagem do Kung Fu foi popularizada apenas nas vantagens físicas. Porém, os atributos mentais não devem ficar em segundo plano e também podem ser desenvolvidos através dessa arte marcial, sendo muitas vezes mais importantes.

Sustentando todo o trabalho físico duro que o Kung Fu pede se encontra, essencialmente, a disciplina. E é através dela que os demais ganhos mentais aparecem. São muitos os casos de mudança e transformação de comportamento de uma pessoa antes e depois de iniciar a prática. Se a expectativa inicial com o Kung Fu é brigar, logo na primeira aula essa energia é canalizada para respeito, disciplina e compaixão com os companheiros de turma.

Jovens e Adultos

O poder do Kung Fu é proporcionar essa habilidade de defesa, ao mesmo tempo em que trabalha a confiança e a disciplina, para que as técnicas tenham sucesso e sejam usadas em cenários estritamente necessários e não levianamente. Pela sua abrangência de técnicas, acaba sendo uma arte bastante prática e efetiva.

O Kung Fu pode ser procurado por um perfil que é atraído pela ideia de combater o estresse do dia a dia. Seu ambiente é mais leve e capaz de expelir as tensões do cotidiano e oferecer lições de liderança, ética competitiva e melhora física de forma geral.

Crianças

Numa fase em que o corpo muda bastante, a compreensão corporal e os trabalhos de coordenação motora e equilíbrio são ótimos aliados. Isso, claro, sem falar das melhoras na disciplina e respeito ao próximo, citadas anteriormente.

Idosos

Para essa faixa etária, a prática é ótima para a manutenção de um bom vigor físico e da sensação de vitalidade através de um treinamento lúdico que estimula corpo e mente. O esporte é um aliado contra a osteoporose e melhora o equilíbrio, dando mais sustentação e firmeza contra acidentes mais comuns nesse grupo de pessoas.

Melhora o condicionamento físico

O Kung Fu, além de ser uma arte marcial, é uma atividade física. Sendo assim, dentro das aulas encontramos uma grande variedade de exercícios que fortalecem o corpo de forma completa, isso significa que você vai ganhar massa muscular, agilidade, coordenação motora, fôlego e flexibilidade além de auxiliar no fortalecimento do corpo e na coordenação motora;. Tudo isso acontece gradualmente, na medida em que o aluno aprende mais conteúdos marciais.

Desenvolve a mente

Para aprender as técnicas milenares das artes marciais chinesas é preciso muita atenção, e este é um dos focos principais desta arte, melhorar a atenção e senso de percepção, além de ampliar o senso de espaço e direção.

Kung fu relacionado a parte mental tem inúmeros benefícios uma vez que aprimora os reflexos; Permite a interação com outros praticantes incentivando a inclusão social; Proporciona o auto-conhecimento; Estimula a autoconfiança e Auxilia no melhoramento do equilíbrio emocional.

Alivia o estresse

Podemos associar a fuga de perigos/ busca de alimentos com a liberação de adrenalina, um neurotransmissor que prepara o corpo para grandes esforços. Após o perigo passar, ou quando o alimento é encontrado, há a liberação de endorfina, outro neurotransmissor, que é liberado quando terminamos uma tarefa estressante, principalmente exercícios físicos.

O estresse aparece quando não concluímos esse ciclo. A prática, ajuda a reduzir o estresse do dia-a-dia. As aulas são, com toda a certeza, uma válvula de escape para a mente. As lutas trabalham o contato corpo a corpo e grandes descargas de adrenalina e energia, são descarregadas, principalmente durante os aquecimentos.Essa é a oportunidade perfeita para deixar as emoções ruins se esvaírem com o suor do corpo e aliviar a tensão.

Os exercícios de concentração e paciência também importantes para ajudar a controlar o estresse. Após uma boa aula de luta, a calma e o equilíbrio darão a sensação de bem-estar que as pessoas tanto procuram no seu dia-a-dia.

Estimula o cultivo de virtudes

As artes marciais tem um benefício adicional de ser mais que um exercício físico. Encontra-se uma preocupação muito grande com a ética de seus praticantes. Assim, todos os alunos e mestres encaram o cultivo de virtudes como algo inerente ao treinamento.Ter coragem e perseverança para enfrentar as adversidades é só um exemplo da importância de melhorar não só o corpo e a mente, mas também nossa própria forma de agir dentro e fora do tatame.




“O que você sabe não tem valor; o valor está no que você faz com o que sabe. “


Bruce Lee

Sapatilas Ideais Para Treinar Kung Fu

Sapatilas Ideais Para Treinar Kung Fu

 

É normal quando começamos a treinar ficarmos meio perdidos com o tipo de sapato, sapatilha, tênis ou qualquer outro tipo de calçado devemos usar, devido a isso o nosso assunto do dia é qual é o calçado ideal. Infelizmente no brasil não temos a categoria de calçados para artes marciais, isso acontece somente no exterior mediante a isso temos os seguintes modelos e tipos de calçados ideias para nosso treino do dia a dia. read more…

O que é Wushu?

O que é Wushu?

 

Literalmente Wushu é uma palavra chinesa, que é uma combinação dos caracteres Wu, que significa “marcial”, “guerra” ou “combate”, e Shu, que significa “forma de arte”, tal termo não é muito utilizado no Brasil, fora substituído pelo “Kung Fu”. Então, Wushu significa literalmente “artes marciais, que existe há séculos na República da China e nas comunidades chinesas espalhadas por todo o mundo, e a sua história está ligada diretamente à história do país.

read more…

Kung Fu além do combate

O Kung Fu não é somente uma técnica de defesa pessoal. Sua riqueza histórica foi criando e desenvolvendo lições que são exploradas na sua prática ao longo dos tempos. Os benefícios são uma combinação de melhora física e mental.Em suma, pode-se dizer que o Kung Fu é...

read more
Shares
Share This